Resultados do IV Concurso Avaliação da Qualidade da Cachaça

Resultados do IV Concurso Avaliação da Qualidade da Cachaça

Fernanda R. F. Seixas; Ivonete A. A. de Santi; Douglas W. Franco
Laboratório para o Desenvolvimento da Química da Aguardente (LDQA)
Instituto de Química de São Carlos, Universidade de São Paulo, Av. do Trabalhador Sancarlense, 400, 13560-970 São Carlos – SP, Brasil

“Cachaça de qualidade” este vem sendo o foco durante quase 17 anos do Laboratório para o Desenvolvimento da Química da Aguardente (LDQA-IQSC-USP) coordenado pelo Prof. Dr. Douglas Wagner Franco. Neste período diversas pesquisas científicas foram realizadas  corroborando para que avanços na qualidade deste produto fossem obtidos e dando alicerces para que a cachaça conquiste novos mercados, tanto internamente quanto no exterior.

Os compostos químicos presentes na cachaça têm sido estudados no LDQA e vem auxiliando produtores e orgãos fiscalizadores a fazer deste produto uma bebida genuína. No entanto, a caracterização da cachaça somente sob o ponto de vista químico assume-se como uma visão incompleta, pois ainda são poucos os estudos sobre o papel destes compostos no perfil sensorial da cachaça. Portanto, a análise sensorial é uma ferramenta importante para que a aguardente de cana possa realmente dar o desejado salto de qualidade e então ocupar o seu lugar junto aos demais destilados no mercado internacional.

Neste contexto, o LDQA também tem sua atenção voltada para o consumidor. Por esta razão, em 2004 o laboratório em parceria com o Centro Studi Assaggiatori (Itália) realizou o 1º concurso de avaliação da qualidade da Cachaça, introduzindo uma nova abordagem que não só se ateve as análises químicas como também realizou testes sensoriais para este produto.

Este concurso vem sendo realizado bianualmente por ocasião do Brazilian Meeting on Chemistry of Food and Beverages (BMCFB) e em 2010 realizou sua 4º edição.  O concurso baseia-se em três etapas:

  1. Avaliação da composição Química: São realizadas análises de teor alcoólico, alcoóis superiores, ácido acético, aldeídos, cetonas, ésteres, íons metálicos, dimetilsulfeto e carbamato de etila.
  2. Avaliação Sensorial Descritiva: esta técnica é utilizada para identificar e quantificar a intensidade dos atributos sensoriais do produto utilizando uma equipe (Painel) de provadores, selecionados e treinados pelo Prof. Luigi Odello.
  3. Avaliação Sensorial Afetiva: este método avalia a preferência dos consumidores em relação ao produto. Esta etapa corresponde ao processo de degustação que caracteriza os demais concursos sobre a qualidade da aguardente.

Todos os testes sensoriais são efetuados sem que o avaliador possa identificar o produto e seguindo normas internacionais.

A avaliação final é efetuada considerando-se as três notas, sendo que a nota de avaliação química tem peso maior, eliminando os produtos que não estão em conformidade com a legislação vigente.

A premiação ocorre considerando as categorias ouro, prata e bronze para produtos nas categorias envelhecidas e descansadas.

Assim procedendo, espera-se que os produtores tenham uma clara posição da qualidade química e sensorial de seus produtos e que os consumidores também tenham ciência da qualidade do produto que estão adquirindo.

Devido à credibilidade deste concurso, a adesão dos produtores de cachaça, de forma alguma limitada a produtores paulistas, aumenta a cada vez.  No 1º concurso de avaliação da qualidade da cachaça (2004) realizado no Instituto de Química (USP) na cidade de São Carlos, houve a participação de 34 amostras (o resultado pode ser visualizado naTabela 1). Para o 2º concurso (2006), realizado na UNESP de São José do Rio Preto, participaram 36 amostras (Tabela 2.). O 3º concurso (2008), realizado na EEL (USP) de Lorena, contou com 50 amostras (Tabela 3), e finalmente o 4º concurso (2010) realizado novamente no Instituto de Química de São Carlos, teve a participação de 67 cachaças (Tabela 4).

Os resultados obtidos dos concursos nos permitem concluir que os produtores estão buscando cada vez mais aprimorar e melhorar seus produtos, pois houve uma redução significativa das amostras reprovadas na análise química e um aumento na avaliação hedônica do produto por parte dos consumidores.

Tabela 1. Premiação do 1º Concurso da Cachaça realizado durante o V Brazilian Meeting on Chemistry of Food and Beverages na cidade de São Carlos, SP (2004).

Cachaças Envelhecidas Premiação Estado
Cachaça do Rei Ouro São Paulo
Cachaça Reserva do Tanoeiro Ouro São Paulo
Aguardente São Saruê Prata Pernambuco
Cachaça Vale das Águas Quentes Prata Goiás
Aguardente Tiquara Bronze São Paulo
Cachaça Aroma do Caraça Menção Honrosa Minas Gerais
Cachaça Volúpia Menção Honrosa Paraíba
Cachaças Descansadas Premiação
Cachaça Campanari Ouro São Paulo
Cachaça Três Garças Prata São Paulo
Cachaça Capilé Bronze São Paulo
Caninha Tietê Menção Honrosa São Paulo
Cachaça Monções Menção Honrosa São Paulo

Tabela 2. Premiação do 2º Concurso da Cachaça realizado durante o VI Brazilian Meeting on Chemistry of Food and Beverages) na cidade de São José do Rio Preto, SP (2006).

Cachaças Envelhecidas Premiação Estado
Cachaça Elisa Premium Ouro São Paulo
Cachaça Vale das Águas Quentes Ouro Goiás
Cachaça Reserva do Tanoeiro Prata São Paulo
Cachaça Valle – S. Andrade Prata Minas
Gerais
Cachaça Caribeña Ouro Prata São Paulo
Cachaça Armazém Vieira Terra Prata Santa Catarina
Cachaça Engenho da Vertente Prata São Paulo
CachaçaTiquara Prata São Paulo
Cachaça Valle Prata Minas Gerais
Cachaça Chora Menina Prata São Paulo
Cachaça do Porão Bronze São Paulo
Cachaça Armazém Vieira Safira Bronze Santa Catarina
Cachaça Souza Andrade e Fonseca Bronze Minas Gerais
Cachaças Descansadas Premiação
Cachaça Aroma Brasil Castanheira Ouro Minas Gerais
Cachaça Volúpia Prata Paraíba
Cachaça Aroma Brasil Jequitibá Prata Minas Gerais
Cachaça Campanari Prata São Paulo
Cachaça Elisa Prata Prata São Paulo
Cachaça Caribeña Prata Bronze São Paulo
Cachaça Reserva do Gerente Bronze Espírito Santo
Cachaça São Saruê Bronze Pernambuco

Tabela3. Premiação do 3º Concurso da Cachaça realizado durante o VI Brazilian Meeting on Chemistry of Food and Beverages na cidade de Lorena, SP (2008).

Cachaças Envelhecidas Premiação Estado
Cachaça Elisa Extra Premium Ouro São Paulo
Cachaça Dedo de Prosa Carvalho Ouro Minas Gerais
Cachaça Germana Ouro Minas Gerais
Cachaça Sirigaita do Canário Ouro São Paulo
Cachaça Elisa Airosa Ouro Prata São Paulo
Cachaça Da Torre Prata São Paulo
Cachaça Aroma do Caraça Prata Minas Gerais
Cachaça Tiquara Prata São Paulo
Cachaça São Saruê Prata Pernambuco
Cachaça Ginga Brasil Ouro Prata São Paulo
Cachaça Jacuhy Prata Minas Gerais
Cachaça Embaúba Prata Minas Gerais
Cachaça Mazzaropi Bronze São Paulo
Cachaça Solar do Engenho Menção Honrosa Minas Gerais
Cachaça Engenho da Vertente Menção Honrosa São Paulo
Cachaça Mirahy Menção Honrosa Minas Gerais
Cachaça Barril 12 Menção Honrosa Goiás
Cachaça Chora Menina Menção Honrosa São Paulo
Cachaças Descansadas Premiação Estado
Cachaça Campanari Ouro São Paulo
Cachaça Elisa Airosa Prata Ouro São Paulo
Cachaça Sirigaita do Canário Prata São Paulo
Cachaça Papo Prata São Paulo
Cachaça Verde Amarela Bronze Minas Gerais
Cachaça Empório da Cana Bronze São Paulo
Cachaça Volúpia Menção Honrosa Paraíba
Cachaça Solar do Engenho Menção Honrosa Minas Gerais

Tabela 4. Premiação do 4º Concurso da Cachaça realizado durante o VIII Brazilian Meeting on Chemistry of Food and Beverages na cidade São Carlos,SP (2010).

Cachaças Envelhecidas Premiação Estado
Cachaça Porto Morretes 0078 Ouro Paraná
Cachaça Mazzaropi Prata São Paulo
Cachaça Tapinuã dos Reis Prata Rio de Janeiro
Cachaça Campanari Prata São Paulo
Cachaça Porto Morretes 1075 Bronze Paraná
Cachaça Barril 12 Bronze Goiás
Cachaça Engenho da Vertente Bronze São Paulo
Cachaça Aroma do Caraça Bronze Minas Gerais
Cachaça Rio do Engenho Bronze Bahia
Cachaças Descansadas Premiação
Cachaça Jacuhy Ouro Minas Gerais
Cachaça Embaúba Prata Minas Gerais
Cachaça Campanari Prata São Paulo
Cachaça Monte Alvão Prata Minas Gerais
Cachaça Beppe Bronze Minas Gerais
Cachaça Estilo Mineiro Bronze Minas Gerais
Cachaça Reserva do Capitão Bronze São Paulo
Cachaça Mato Dentro Bronze São Paulo
Cachaça Jacuba Bronze Minas Gerais

Sobre Amigos da Cachaça

Um incentivo à cultura nacional! Desde 2009 promovendo a cultura brasileira.

2 comentários

  1. Sou o dono da cachaça spézia de Luiz Alves sc, e gostaria de participar do concurso da melhor cachaças do Brasil tenho boas cachaças envelhecidas e cachaças prata e ouro.
    fico aguardo.

    Att.
    Almir luis spezia

  2. gostaria, de saber onde posso comprar na grande São Paulo ,e( zona norte) a cachaça reserva do tanoeiro produzida pelo engenho rio novo ltda.

    grato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.